Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

João Pestana by João Moutinho

O que gosto | O que me faz feliz | O que quero partilhar

João Pestana by João Moutinho

O que gosto | O que me faz feliz | O que quero partilhar

28
Set16

No Bairro do Avillez

João Pestana

Existe um novo bairro em Lisboa, o bairro do Avillez, em pleno Chiado.  É um bairro onde se respira tradição tal como em todos os bairros onde até existe uma fachada de um prédio ao jeito de um típico bairro Lisboeta.

Tem uma mercearia onde existem produtos que podem ser adquiridos tais como conservas, livros, acessórios de cozinha para mais tarde recordar a passagem por este local. Tem também uma taberna onde se podem provar inumeras iguarias da gastronomia portuguesa entre enchidos, queijos e boa comida à portuguesa como a vazia maturada. Tem também o páteo onde se prova o que de melhor se faz com o peixe e o marisco.

Um espaço para voltar, sem dúvida.

JM

 

Slide01.jpg

Slide02.jpg

Slide03.jpg

Slide04.jpg

Slide05.jpg

Slide06.jpg

Slide07.jpg

Slide08.jpg

Slide09.jpg

Slide10.jpg

Slide11.jpg

Bairro do Avillez
+351 215 830 290
Rua Nova da Trindade, 18. Lisboa

 

Horário:
Taberna e Mercearia: todos os dias da semana, das 12h00 às 00h00
Páteo: todos os dias da semana, das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 00h00.
Fecho anual: Noite de 24 de Dezembro, 25 de Dezembro

Logo Bairro Bases-01

 

24
Set16

As correntes de óculos ManasG

João Pestana

image.jpeg

As ManasG, Maria e Natacha, são minhas amigas há vários anos e decidiram lançar um projecto com a criação de correntes para óculos. São as correntes mais originais que já viram e não há nenhuma igual porque elas têm o cuidado de não repetir modelos portanto se não comprarem na altura que vêm o que pode acontecer é que esse modelo esgote. Há correntes de todas as cores com medalhas, pompons e amuletos de sorte. Elas vão estar na Praia de Carcavelos dias 23/24 Set das 10h às 18h e 1/2 Out no mesmo horário. Aconselho a conhecerem esta marca e elas são as duas muito simpáticas. Quem não puder ir pode ser acompanhar as novidades no instagram em instagram.com/m_a_n_a_s_g

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

23
Set16

Rossio Fashion Day

João Pestana

 

Ocorreu ontem 3ª edição do Rossio Fashion Day onde foi exibida a coleção Outono/Inverno 2016/2017 das lojas da Baixa de Lisboa com apresentação de Bárbara Guimarães e contou com o desfile de Zulmira Ferreira, Cinha Jardim, Pimpinha Jardim, Filipe Salgueiro, José Carlos Pereira, Cláudio Ramos entre outros modelos.

No intervalo os convidados foram brindados com a actuação de Yolanda Soares com a apresentação do seu ultimo trabalho "Royal Fado".

O evento começou as 17h com o Dj Eddie Ferrer a animar o espaço que antecipava o desfile marcado para as 19h. Foram várias as lojas que se juntaram neste evento como "O Balão", "Marias", Seaside e criações de Iza Van e Feel and Dress.

O Rossio Fashion Day é uma iniciativa entre a Câmara Municipal de Lisboa com a Associação Dinamizadora da Baixa Pombalina com organização da Royal Events Communication & PR Consulting.

Slide01.jpg

Slide02.jpg

Slide03.jpg

Slide04.jpg

Slide05.jpg

Slide06.jpg

Slide07.jpg

Slide08.jpg

Slide09.jpg

Slide10.jpg

desfile0001.jpg

 

BARBARA

 

 

19
Set16

Fondue...no FoundYou

João Pestana

No meio do típico Bairro Alto mais concretamente na Travessa dos Inglesinhos tem o que para mim é o melhor fondue de Lisboa. Num ambiente calmo e desconstraído tem tudo para querer voltar. Desde fondue de queijo a fondue chinês tem inumeras propostas para todos aqueles que queiram este tipo de refeição. Acompanha sempre com fruta fresca laminada, batats fritas caseiras e arroz branco. Para sobremesa também tem muitas hipóteses como o fondue de chocolate branco ,de leite ou amargo com acompanhamento de frutas e biscoito. É um espaço que devem visitar. JM

Faça a reseva por Facebook e obtenha 20% de desconto na conta total.

Slide1.jpg

Slide2.jpg

Slide3.jpg

Slide4.jpg

Slide5.jpg

Slide6.jpg

Slide7.jpg

 

Found You

Travessa dos Inglesinhos 34-40 
1200-388 Lisboa Bairro Alto 

https://www.facebook.com/Found-You-212572405433437/

15
Set16

Este foi o meu spot de Verão - Memmo Hotel Alfama

João Pestana

Foi aqui que passei muitas tardes de Verão, num ambiente calmo e tranquilo com uma vista deslumbrante para o Tejo. O Memmo Alfama Design Hotel situa-se numa rua sem saída no típico e conhecido Bairro de Alfama e é dentro destas portas que para mim se localiza o melhor rooftop de Lisboa. Funcionam atravém de reserva porque o espaço não é muito grande e logo à entrada do hotel tem logo uma recepção onde nos encaminhará ao bar. Se tiverem a sorte de estar algum cruzeiro a fazer escala em Lisboa certamente que a visita ao Memmo se vai tornar aidna mais interessante porque a vista é totalmente desafogada sem nenhum prédio em frente. Apenas nós e o Tejo. Para quem quiser petiscar também o pode fazer, a ementa não é extensa mas tem de tudo um pouco, desde o Pica Pau à tábua de enchidos e até uma mousse de chocolate com raspas de salame...não resisto!

Slide1.png

Slide2.png

 

 

Slide2.jpg

 

Slide3.png

Slide4.png

Slide5.png

 

Slide1.jpg

Slide6.png

Slide7.png

Slide8.png

MEMMO ALFAMA

TRAVESSA DAS MERCEEIRAS, 27 - ALFAMA,

LISBOA, 1100-348

PHONE: +351 210 495 660 

13
Set16

As panquecas à minha maneira

João Pestana

Quem me conhece sabe que sou uma pessoa gulosa e sempre que posso não dispenso umas panquecas ao pequeno almoço. Engane-se quem pense que é complicado e que dá muito trabalho logo pela manhã mas a receita é muito fácil e vale a pena o pequeno esforço logo de manhã. Aqui fica a minha receita:

  • Farinha  250 g
  • Ovos 2
  • Leite 300 ml
  • Margarina morna derretida 70 g 
  • Açúcar 1 c.sopa

Numa tigela, bater os ovos, juntar o açúcar, a margarina derretida morna, o leite e a farinha. Bater bem até obter uma massa homogénea.
Aquecer em lume médio uma frigideira e barrá-la com margarina. Deitar a medida de uma concha de sopa da massa feita e deixar cozinhar uns minutos até aparecerem "furinhos" na massa.
Vire com a ajuda de dois garfos até que fique com uma cor dourada.

Sirva-as com fruta laminada, açucar em pó ou chocolate derretido

JM

PANQ2.jpg

PANQ1.jpg

 

12
Set16

Hotel Vista Alegre e a Veneza Portuguesa

João Pestana

Este fim de semana a convite de uma empresa rumei a Íhavo para a apresentação de coleções de relógios (começo a não conseguir resistir a tantos relógios). O evento foi realizado no novíssimo Hotel Montebelo Vista Alegre e combinei com um amigo lá que chegou antes e me disse logo que iria adorar o hotel. Verdade, o hotel está muito elegante, fresco, com ar jovem, um staff jovem e simpático e a vista dos quaetos para a Ria de Aveiro é o ponto alto do hotel. Domingo de manhã com umas horas livres fui conhecer a Costa Nova e a zona de Aveiro localizada a poucos quilómetros do hotel. Nunca tinha ido a Aveiro mas quando soube que ia pedi logo para ir à zona das praias onde tem as famosas casas pintadas às riscas, cada casa da sua cor. Apaixonei-me pela cidade e era tanta gente na rua , uns turistas outros habitantes mas partilhavam todos a mesma vontade de andar no moliceiro pela ria. Por isso muitos chamam de Aveiro a "Veneza Portuguesa".

Vejam aqui as fotografias do hotel, das casas típicas e dos moliceiros.

JM

hotel2.jpg

hotel1.jpg

 

Slide01.png

 

Slide03.png

 

 

hotel.jpg

parede.jpg

 Slide02.png

Slide05.png

Slide06.png

 

casa.jpeg

 

 

 

Slide07.png

Slide08.png

Slide09.png

Slide10.png

Slide11.png

 MONTEBELO VISTA ALEGRE ÍLHAVO HOTEL

Lugar da Vista Alegre
3830-292 ílhavo - Portugal
T: +351 234 241 630   
E: montebelovistaalegre@montebelohotels.com
GPS: 40º35'18.6''N  8º41'5.1''W 

10
Set16

De Marrakech para o sonho

João Pestana

Dia 1 | Marrakech - Atlas - Ait Ben Haddou - Ouarzazate - Gargantas de Dades |

 

Eram 7h da manhã e estava a contar os minutos para que o motorista batesse à porta para nos vir buscar e começar o primeiro dia de uma viagem que seria marcante. Depois do famoso pequeno-almoço marroquino lá seguimos nós viagem rumo à cidade de Ait Ben Haddou mas com 1ª paragem a maginifica cordilheira do Atlas para tirar umas fotografias e claro sempre com o famoso "Bonjour, Good Price" para aquelas peças que os turistas gostam de levar como recordação. Chegado à cidade que já serviu de cenário de filmes e séries como Gladiador e Game of Thrones tinhamos um guia local que nos levou a conhecer aquela cidade e a contar alguns pormenores das gravações e daquela cidade. Por lá almoçámos num restaurante tipico antes de seguir viagem para Ouarzazate onde tem o conceituado Museu de Cinema. Uma paragem breve apenas para algumas fotografia antes da ultima viagem do dia até às Gargantas de Dades , um local lindo que como o nome indica tem a forma de uma garganta com uma estrada estreita ladeada com montanhas com uma altura impressionante. Foi lá que passámos a primeira noite e jantámos num hotel no coração das gargantas.

 

Dia 2Dadèes Gorges - Thingir - Todgha Gorges - Sahara

 

O segundo dia viagem começou bem cedo com o pequeno almoço marcado para as 7h30 e partida às 8h com uma viagem pelas gargantas do Dadèes onde mais uma vez a vista do topo das gargantas é indiscretivel. Daqui seguimos viagem para Thingir, uma cidade bárbara localizada no centro de um oasis onde tinhamos um guia local que nos contou histórias interessantes do oasis como pro exemplo a forma como faziam a divisão de parcelas dos terrenos, as diversas plantações e algumas curiosidades como por exemplo a de que aquela tinta das tatuagens henna é feita através de uma planta com o mesmo nome , uma planta muito encontrada em Marrocos que pode chegar até aos seis metros de altura. Aqui nesta comunidade bárbara visitámos ainda a casa de uma familia que se dedicava à tapeçaria e aqui conhecemos todo o processo desde a recolha de lá até o tapete estar concluido e foi tão interessante que até tentei fazer negócio com um tapete, sim porque como não poderia deixar de ser no final da visita havia um armazem com centenas e centenas e centenas de carpetes à venda feitas por aquela familia.

Feita esta visita rumámos à ultima paragem antes do nosso destino final. Chegámos então às gargantas do Todgha e nesta altura não estava a acreditar no que estava a ver. Nós turistas na zona onde passam os carros e a olhar para cima so se via uma montanha que parecia não ter fim, algo alucinante que segundo o nosso guia já houve quem se aventurasse e tenha escalado a montanha e prova disso são as estacas de ferro e a corda ainda presentes ao longo da montanha. Foi aqui que almoçamos com uma vista deslubrante para um dos lados das gargantas.

Daqui, e foi aquilo pelo que imaginei muito tempo, seguimos por uma estrada sem fim onde ao fim de algumas horas de viagem começamos a ver o deserto lá muito ao fundo. Quando chegámos tinhamos os célebres camelos que durante 1h30 nos levaram  para o meio do deserto para assistir ao por do sol e onde estava à nossa espera uma enorme tenda onde jantámos e passámos a noite. Confirma-se que no deserto não há mesmo água e foi preciso levar um bom reforço de garrafas em forma de gelo porque com o calor era fácil que derretessem. A ideia era passar a noite dentro da tenda mas o calor que se fazia sentir fez com que fizesse a cama lieralmente no meio do deserto mas a meio da noite foi necessário recorrer às mantas que estavam prontas no interior da tenda.

 

 

Dia 3 | Sahara - Atlas - Marrakech

 

Com os camelos ali a dormirem também ao nosso lado a alvorada foi as 5h30 para dar tempo de arrumar as mochilhas e fazer a viagem de regresso no camelo e assistir ao nascer do sol, algo que tenho na minha memória como se tivesse a ser agora. Tinhamos um pequeno almoço preparado num hotel à entrada do deserto onde tinhamos os camelos à espera no dia anterior. Eram 8h30 estávamos a iniciar a viagem de regresso a Marrakech, com algumas paragens inclusivé para almoçar. Neste dia pouca coisa aconteceu a não ser as 10h de viagem que pareciam nunca mais terminar. Entre curvas e contra curvas a descer o Atlas finalmente chegámos à confusão de Marrakech pelas 20h.

Não sei se irei repetir esta viagem ou não mas sei que as imagens que tenho na memória e toda a experiência vivida nunca serão esquecidas! Espero que se tenham sentido dentro da viagem.

JM

1.jpg

2.jpg

3.jpg

4.jpg

5.jpg

6.jpg

7.jpg

 

CAPERTIAS2.jpg

 

 

 

CARPETIAS.jpg 

10.jpg

11.jpg

post15.jpg

 21.jpg

Presentation12.jpg

 

Presentation100.jpg

 

15

 

17.jpg

18.jpg

19.jpg

20.jpg

22.jpg

 

 

 

 

09
Set16

Acessórios de homem

João Pestana

 

 

 

Cada vez mais os homens se preocupam com a aparência e no que diz respeito aos acessórios não é diferente. Diz que o relógio é a jóia do homem mas não é só. As marcas que antes se desligavam mais da coleção masculina hoje em dia dão uma grande importância a sector que acaba por ser uma oportunidade. A marca Eugénio Campos é sem duvida a minha marca Portuguesa de eleição não só por ser uma marca jovem mas  por apresentar sempre uma coleção feita ao pormenor que vai do mais simples ao mais arrojado. É sempre uma grande expectactiva quando são apresentadas as suas coleções que passa por parcerias com figuras emblemáticas como o caso de Cristiano Ronaldo com a coleção Eugénio Campos by CR7. Eu sou suspeito porque tenho várias peças mas usava qualquer uma delas.

Até ser apresentada a nova coleção deixo-vos aqui algumas sugestões de relógios e acessórios EC.

JM

Captura de ecrã 2016-09-09, às 09.44.04.png

Captura de ecrã 2016-09-09, às 09.44.19.png

Captura de ecrã 2016-09-09, às 09.44.53.png

Captura de ecrã 2016-09-09, às 09.45.23.png

Captura de ecrã 2016-09-09, às 09.56.44.png

Jóias Eugénio Campos disponíveis em Carla Jóias 

facebook.com/CarlaJoiasCarcavelos

08
Set16

por Marrocos aconteceu de tudo

João Pestana

A viagem estava toda programada ao detalhe quando ainda antes de partirmos de Lisboa ficou toda desprogramada. Um overbooking em Lisboa e um atraso da TAP que fez com que perdessemos o voo de ligação Paris/Marrakech e só termos conseguido voar na manhã seguinte (reclamação em curso) mas ainda deu para ir comer um crepe à famosa Torre Eiffel. Na manhã seguinte finalmente estávamos em Marrakech, parecia um sonho depois de toda a aventura entre aeroportos e seguranças. Um calor como nunca tinha encontrado em Marrocos, uma temperatura até estranha para os habitantes que me disseram que este ano o tempo está muito descontrolado.

A praça Jemaa el-Fna continua com o seu encanto com milhares de pessoas para a frente e para trás, o encantador de cobras, o macaco com a sua fralda a pedir fotografias a troco de umas moedas, as tatuagens Henna que fazem as delicias dos residentes mas principalmente dos turistas, as charretes com os passeios turisticos entre a antiga e a nova medina e até o artesão de dentes (sim nesta praça até dentes se vendem) e claro que não podia deixar de falar da barracas com os sumos de fruta que são muitas, mesmo muitas barracas a vender copos de sumo de laranja natural por 0,40€!

Também não se admire se vir um menino atrás de si a falar baixo e a esticar a mão a pedir moedas mas na maioria das vezes o que querem é mesmo comida, aconteceu comigo num jantar em que a criança o que queria era apenas batatas fritas.

No próximo post vou-vos mostrar mais sobre o riad (um hotel no centro da medina) e locais a visitar.

JM

Captura de ecrã 2016-09-08, às 09.46.12.png

 

Captura de ecrã 2016-09-08, às 10.13.11.png

 

Captura de ecrã 2016-09-08, às 09.46.50.png

Captura de ecrã 2016-09-08, às 09.47.08.png

Captura de ecrã 2016-09-08, às 09.47.30.png

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D